Ana Paula Lobo e Pedro Costa … 14/03/2018 … Convergência Digital

 

O Secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Douglas Finardi, adiantou ao participar do 3º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, que para incentivar a Indústria 4.0 no Brasil, que a alíquota de exportação dos robôs será zerada. Também estão previstos, de acordo com o Jornal Valor Econômico, financiamentos de R$ 8.6 bilhões. A política para indústria 4.0 será conhecida nesta quinta-feira, 15/03, pelo Ministro do Desenvolvimento, Marcos Jorge.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Finardi antecipa que para o setor de TI haverá ações de capacitação, de financiamento e de exportação. “Serviços de TICs mais fortes permitem que outras áreas também se fortaleçam”, reporta. Com relação a aliquota zero para os robôs, Finardi, diz que o país não detém a tecnologia para a fabricação local desses equipamentos e é necessário que eles estejam em ação na economia nacional. 

Dados do governo dão conta que menos de 5% das indústrias brasileiras estão preparadas para a indústria 4.0, que têm como principais tecnologias,a internet das coisas, robótica avançada, impressão 3D, manufatura híbrida, big data, computação em nuvem, inteligência artificial e sistemas de simulação virtual. Assistam a entrevista com Douglas Finardi, do MDIC.

Fonte: http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=47506&sid=3